terça-feira, fevereiro 23, 2010

De como eu descobri que sou gordinho - Parte I


Eu sempre fui um defensor da liberdade e da igualdade, mas existe uma diferença que eu sempre achei importante observar: a diferença entre os sexos. Claro que eu não estou falando de grandes ou pequenos, com esse tipo de desigualdade nós homens devemos nos acostumar muito cedo. Daí inventarmos frases como "o importante não é o tamanho..." e etc., a diferença que eu quero ressaltar aqui é entre homens e mulheres.

Não vou descartar os diferentes tipos de homens e mulheres que tornam essa discussão ainda mais complexa, mas existem comportamentos e ideias que são típicos de cada sexo. Por isso que eu não sou contra a nomenclatura "terceiro sexo", só acho insuficiente, já que existem o quarto, o quinto o sexto e assim por diante (ainda bem que os números são virtualmente infinitos, já pensou se usássemos letras? Não daria conta). Da mesma forma que as mulheres são vaidosas, existe um tipo de homem que paga para fazerem suas unhas (os que fazem unhas geralmente estão no terceiro sexo ou em outra categoria), cuidam da pele e tomam chá verde. Assim como existem mulheres que gostam de futebol, vão ao estádio e não sabem cozinhar, há homens que choram vendo novela e criam cachorros de pequeno porte. A verdade é que está cada vez mais difícil falar sobre sexo, opção, orientação sexual e assim por diante, mas existe uma diferença que vale para a maioria dos homens e das mulheres, e é sobre isso que eu vou falar.

Dizem que as mulheres se olham no espelho e sempre se vêm gordas, e que o homem, por mais gordo que esteja, sempre se vê forte. Eu posso atestar a verdade disso, porque tenho várias amigas magras que se acham gordas, e principalmente porque, até bem pouco tempo, eu me olhava no espelho e sempre me via fortão. Isso não mudou porque fiquei mais gordo, na verdade, ainda me acho forte quando me olho no espelho, o problema foi um episódio que aconteceu algum tempo atrás.

6 comentários:

Claudio Nossa disse...

Posta logo a segunda parte maluco... eu me acho o cara mais forte de minha casa .. rs!

Camila disse...

HAHAHAHAHAHHA

Quando continua essa história?

Aldo disse...

Essa foi pra deixar a galera na vontade!

miau disse...

Olha só, eu sou esbelto e me acho forte (até gordo, às vezes). Espero que este depoimento ajude nos seus estudos.

Mara disse...

Conheço o final dessa história... kakakaka!
O desenho tá lindo amor!!!

Beijos.

P.S. Para mim você não é só forte, é um gatão também!

Aldo disse...

Paulão, cadê o final dessa história?