quarta-feira, junho 24, 2009

65 - Sorte!

Arkadi olhou admirado para o homem e pensou: “Está certo, é bom que as pessoas de meia idade, talvez até algumas já mais idosas, continuem a jogar tênis, mas com certeza chegará um tempo em que, por uma questão de decência, é preciso desistir”.


O homem à sua frente usava calça de flanela branca, cada perna parecendo um saco, calçava tênis sujos e vestia uma camiseta já amarelada. Naturalmente, passava dos sessenta. Era baixo, quase um anão e muito gordo. Estava distante do pavilhão de tênis do Hurlingham Club, aparentando esperar por alguém. Arkadi nem sequer suspeitava de que o homenzinho estava esperando por ele. O gordinho tinha a cabeça, grande e redonda, coberta por uma peruca ruiva. Além disso, mascava chicletes e toda hora cuspia para o lado, sem querer saber se havia gente por perto, na trajetória do cuspe.



***


Já falei aqui da minha enorme ignorância a respeito de assuntos que gosto muito e que, por isso mesmo, deveria conhecer um pouco mais (como música e literatura). O que ainda não mencionei é que isso me proporciona algumas surpresas muito legais. A última delas se chama George Mikes.


Sei que muita gente vai dizer que ele é famosíssimo, que escreveu vários livros e nem vai acreditar que eu não o conhecia. É isso mesmo, o que eu posso fazer? O fato é que lendo “O espião que morreu de tédio” fui iniciado neste autor super engraçado e despretensioso. Diversão garantida.


O livro é uma sátira bem-humorada dos romances de espionagem e traz todos os ingredientes que estas histórias devem ter, sexo, intriga, romance, mistério, tudo de um jeito diferente e inusitado. É um pouco ingênuo em algumas partes, mas é o tipo de humor que eu gosto.


***

O espião que morreu de tédio

Título do original em Inglês: The spy who died of boredom

Autor: George Mikes (1912 – 1987)

Livro de 1973

Tradução: Jaime Bernardes

Editora Círculo do Livro S.A.






3 comentários:

Cristian disse...

Dicas literárias sempre serão bem-vindas! Mas... "Who the hell is George Mikes"?! hehehe!

E sua amiga lá? já fez contato? Estou no aguardo! :)

Mara disse...

Amor,
Vi antes a ilustração, sem saber ao que se referia... depois que li o trecho do livro, tenho que dizer que vc é demais!!!!!

Beijão.

Aldo disse...

Velhão,
Muito boa a ilustração!!! Frequentava pouquissimo seu blog, mas agora toda semana estou por aqui!
(E curtindo demais!)
Grande Abraço,